19 julho 2013

Parabéns ao Presidente


O Presidente visita as Selvagens em manifesto acto de soberania, mas alguns - os eternos cultores da estupidez, que se manifesta dos mais inesperados quadrantes, até de bandas ditas "patrióticas" e "monárquicas" - logo caem desalmadamente sobre o Chefe de Estado. A confusão, a amálgama e a absoluta falta de tino - produto de décadas de embrutecimento e selvagização dos portugueses - tem destas coisas. As pessoas perderam o direito de se calarem - talvez a maior exibição de bom-senso e sabedoria - confundindo o reles plano da politiquice com os interesses permanentes da nação e do Estado, os quais não se discutem. A idade ensinou-me, à custa de duras labutas e enormes decepções, a consentir algo que julgava inapropriado de verbalização: a maioria da gente que opina, que fala e escreve fá-lo apenas para entreter a sua roncante falta de inteligência. E foi isso, infelizmente, o que aconteceu durante estes dias em que a bandeira portuguesa voltou a flutuar num agreste pedaço de areia e rocha cobiçado pelos nossos vizinhos espanhóis.

Sem comentários: