19 novembro 2012

A monomania do 13º e do 14º


Bagão Félix não se cala e insiste. Tenho-o por homem sensato e inteligente, mas quando alguém vive obcecado por algo que é contrário à razão e ao bom-sendo - no vertente, o economista passou a adventista  - aconselha-se um retirozinho e um pouco de amor-próprio. O demónio teima em ensandecer aqueles que quer ver perdidos.

1 comentário:

Bmonteiro disse...

Para o caso de não ter lido, aquilo a que chamo
"Portugal a cacarejar"
Manuel Maria Carrilho (professor de filosofia)
“Os políticos começaram a perceber que não podem continuar a ser figuras de promessa”
“A esquerda tornou-se completamente ideologia: sabe as respostas sem fazer as perguntas”
“Os cálculos apontam para que em 2030 o salário médio diário no Ocidente baixe (dos actuais 135) para os 60 dólares”
«...Porque os média têm junto do poder o papel que, noutros tempos, tiveram as elites intelectuais, as universidades
P: São os intelectuais orgânicos?
R: Essa capacidade interminável de propaganda, esse palavreado interminável de comentário, a cacarejar de manhã à noite, e não se pensa em nada. Fala-se com tanto mais facilidade quanto menos se pensa» *
*(Público, 11Nov12)
PS: muitos deles reformados, não admirando de todo,
com dois reformados no topo: PR e AR.
Nas TV 21h-24h, é uma praga.
Somos assim.