11 outubro 2012

Os reis não temem o povo


 
O futuro Rei Filipe VI de Espanha percorreu ontem a pé pela tarde mais de mil metros pelas ruas do centro de Madrid. Fê-lo naturalmente, sem alarde, sem sirenes e na companhia de três dos seus assessores, para participar numa kermesse da Cruz Vermelha. Pelo caminho, como as imagens demonstram, só recebeu mostras espontâneas de afecto e simpatia. Creio não ser necessário fazer quaisquer comentários.

3 comentários:

DaJuba disse...

fosse ele fazer isso à Andaluzia... em Castela é fácil...

João Amorim disse...

caro Dajuba

Não creio que seja mal recebido na Andaluzia, há bem pouco tempo os principes estiveram lá e não ouvi notícias de terem sido insultados e apelidados de ladrões ou de outros impropérios!

Joaquim Carlos disse...

Muito bem. Um exemplo de Homem de Estado. É Rei, ainda que reine em Castela, mostrou que é 'o' Rei de Castela, próximo ao Povo, fraterno e empático com ele ao ponto de morrer por ele, se fosse necessário.

Não sonho outra coisa em Portugal e em breve, com a Graça de Deus.