19 agosto 2012

Os liberais tout court


Há liberais que se esforçam no desbravamento dos textos - uns mais clássicos que outros, mas quase todos muito pouco originais, pois o que diziam no século XVIII continuam a dizê-lo hoje - e os liberais práticos, que não lêem nem têm tempo para ler, quanto mais pensar. São adoradores do dinheiro, da riqueza e disso fizeram a sua religião. Há tempos, lendo um desses fabulosos ensaios arrasadores de Henri Guillemin . o homem que pulverizou a reputação de Napoleão, um tirano muito aplaudido ainda hoje - descobri a mais certeira definição desses "liberais" que por aí andam a praticar o mal em grande escala e a defender, entre outras enormidades, que, afinal, a justiça não existe e que existindo, é um mal. Dizia Guillemin: "são dessas pessoas que sonham com um mundo onde os pobres sejam ainda mais pobres, e os ricos ainda mais ricos". Sem tirar !

Sem comentários: