25 agosto 2012

Адмиралъ, o Almirante traído


Na nova filmografia russa assume relevo o género histórico, acompanhando um generalizado movimento de retoma do passado que toca áreas tão distintas como a literatura (o romance histórico, os textos sapienciais e as vidas de santos, as lendas e contos populares), a historiografia (expurgada de marxismo), os textos doutrinais oitocentistas, a antropologia cultural e as artes tradicionais.No cinema, não há ano que não surja uma grande produção tocando as fibras mais profundas da consciência nacional. Tenho acompanhado com regularidade as fitas que vão chegando ao Ocidente, habitualmente silenciadas pelos críticos e impedidas de circularem nas cadeias de salas de cinema monopolizadas por multinacionais com sede nos EUA, as quais oferecem, sempre, em registo cada vez mais raiado de estupidez, a miserável concepção do mundo imposta além-Atlântico.
Ontem, tive finalmente oportunidade de visionar um filme que fez brado na Rússia em 2008. Intitulado O Almirante, dá vida ao malogrado Alexander Kolchak, o líder da Rússia Branca que se opôs com tenacidade aos bolchevistas e acabou traído por britânicos, americanos e japoneses. Entregue aos comunistas, foi fuzilado e com ele morreu a velha Rússia monárquica e ortodoxa. Um belo filme de heroísmo, lembrando que por vezes os homens de bem têm de aceitar a guerra justa, mesmo sabendo que não a ganharão.
Despedida a Slavianka, hino dos Russos Brancos

3 comentários:

AMCD disse...

Já não deve faltar muito para mostrarem filmes de comunistas a comerem criancinhas. Novos vencedores, nova história. Quero dizer, a história é a história dos vencedores.

Se amanhã os comunistas ascendessem novamente ao poder na Rússia, provavelmente passaríamos a ver filmes de almirantes comunistas traídos.

luís Vintém disse...

A historia russa esta' cheia destes personagens tragicos, maiores que a vida. Seria interessante levar ao cinema tambem a vida de outro protagonista da guerra civil russa, o barao von Ungern-Sternberg.

Eduardo Rosseto disse...

E onde acha este filme? Não encontro em nenhum lugar...