16 agosto 2012

72 milhões de litros


Tigres, leões, búfalos, elefantes, macacos, pavões e homens, aldeias inteiras, tudo foi regado por 72 milhões de litros de desfolhantes. Se lhes juntarmos 7 milhões de toneladas de bombas - o triplo daquelas lançadas sobre a Europa e Japão ao longo da Segunda Guerra Mundial - o resultado é um país reduzido a paisagem lunar. São 3 milhões os deficientes profundos que vivem no Vietname pagando em sofrimento as contas milionárias que a Monsanto e a Daw apresentaram ao orçamento federal por tão grande obra em defesa da democracia.
De Brendan Wilcox - silenciado, claro - o pavoroso quadro da irresponsabilidade criminosa e do decisorialismo desalmado de quem tanto se preocupa com sudaneses, sírios e iranianos. A ler mais este capítulo da história universal da infâmia.


2 comentários:

Pedro Leite Ribeiro disse...

Espanta-me a tolerância e a cegueira que europeus e outros manifestam perante um país cujos povo e dirigentes consideram a guerra um prolongamento natural da política externa.
Não me espanta nada o ódio que suscitam e que leva a acontecimentos como o de 11 de Setembro de 2001.

Duarte Meira disse...


Não são coisas apenas do passado e o programa de desfolhação não afectou apenas os vietnamitas.

Vejam-se desenvolvimentos recentes:

http://en.wikipedia.org/wiki/The_U.S.-Vietnam_Dialogue_Group_on_Agent_Orange/Dioxin