18 junho 2012

Incapacidade minha

Um bom amigo perguntou-me por que razão o Combustões não acompanhava o noticiário. Respondi-lhe que um blogue não é um jornal, que não se mede pelo número de leitores, que não pretende ser outra coisa que um passatempo sem objectivos, que me recuso ser uma micro-Lusa, que não quero estar acoplado a grupos ou partidos, que não dependo do blogue para buscar emprego ou convites, que os textos aqui publicados são o que são e isto não é nem uma editora nem uma universidade. Aqui, o único rigor pretendido é o rigor da minha coerência. Se gosto, aplaudo; se não gosto, digo. É difícil ser-se livre e independente, mas dá um prazer imenso não ter medo das palavras, não ter medo de ter um cérebro e não ter medo de estar só, absoluta e orgulhosamente só. Sei que as pessoas gostam de redes. Sentem-se nuas se não estiverem agarradas umas às outras. Para mim, estar num blogue colectivo seria um calvário. Para mais, não sou comunista.

1 comentário:

Alano da Rocha disse...

Miguel, veja esta notícia:

http://www.reuters.com/article/2012/01/11/us-usa-homelandsecurity-websites-idUSTRE80A1RC20120111

Saudações!