29 maio 2012

Obviamente, demitiram-se

Demitiram-se para não serem demitidos. É o que dá quando os senhores jornalistas - que nasceram para não pensar, nem o devem fazer por respeito à hierarquia das manifestações do espírito - se deixam envolver em seriados mais elaborados que a reportagem do atropelamento da Dona Cremilde e do coma alcoólico do cantor Vitrolino. Afinal, não havia Relvas coisa alguma. Havia, apenas, uma camioneta com areia a mais para as pobres circunvoluções dos senhores jornalistas. Este país transformou-se numa gargalhada.

Sem comentários: