17 maio 2012

Kathleen Ferrier: 100 anos



Kathleen Ferrier (1912-1952). Estranho a ingratidão e a amnésia dos melómanos, tão poucos os que a evocam neste ano do seu centenário. Felizmente, os seus mais devotados seguidores encontram-se entre a gente comum. Isso tem uma explicação. Tal como Mario Lanza, Tito Schipa e a grande Erna Sack, Kathleen foi um prodígio da natureza, caso raro de ascensão pelo mérito, de telefonista aos mais disputados palcos da fama. Alma aristocrática em tempo de raleficação e demissão do gosto, daquelas que elevam, foi, à sua maneira, um dique perante a imparável canalhização.
 

1 comentário:

Alano da Rocha disse...

Aprecio muito os belos posts que escreve. Estou sempre a aprender.
Permita-me que lhe dê um duplo abraço pela forma sensata e esclarecia como escreve, e pelos ideais patrióticos que perfilha, os quais partilho!