27 abril 2012

Para lá dos futebóis


Passou quase despercebida a grande proeza de Telma Monteiro, pela quarta vez campeã europeia de judo Pois, como o judo não alimenta os sonhos de Suburra e a "filosofia do esférico", não interessa. Que eu saiba, Telma não vive como um desses milionários das "catedrais" e não faz parte do bas-fond paredes-meias com a política que são os futebóis. Vive a heroicidade sem descapotáveis, só como deve ser a heroicidade, servindo Portugal. Para escândalo do hórrido, dos cabelos pente 4 e da linha hotentote - paradigmas estéticos de um certo feminismo - é bonita. É demais, uma verdadeira ruptura anti-democrática.

5 comentários:

Pedro disse...

Telma Monteiro e não Telma Moreira caro Miguel ;)

Combustões disse...

Já está corrigido. Deixei-me embalar pelo sorriso da Telma e até esqueci o apelido.

Claudio disse...

E porque será que nunca vi aqui uma referência ao Nelson Évora? Ele também não é dos futebois...

Combustões disse...

Claudio
Tem toda a razão por apontar a omissão. O Nelson Évora também, um grande desportista.

cardo disse...

"E porque será que nunca vi aqui uma referência ao Nelson Évora?"

Parece que o amigo não é um leitor atento do blogue: Grande Nelson.

P.S.: Parece que o autor do blogue também não é...