14 fevereiro 2012

Jornalismo abaixo de Rex e Barine


Tive dois cães, dois prodígios de inteligência - o Rex e o Barine - que pensavam magnificamente com os dentes e que em termos de inteligência abstracta dariam cartas a muito plumitivo da "opinião que se publica", com a vantagem de não cobrarem honorários. Certa vez, o Rex deu uma dentada tão profunda nas canelas de um tal Medina, que a criatura comensal nunca mais voltou a casa dos meus pais. 
Bem, falemos de coisas menos nobres. Hoje, ao passar os olhos pela "rádio Moscovo" dei com isto. É este, meus caros, o "jornalismo" que se faz, cinco furos abaixo de qualquer dentada do Rex e do Barine. A "rádio Moscovo" considera relevante chamar à primeira página uma noticiazeca sobre o sex-appeal dos candidatos presidenciais franceses. O mentecaptismo vai ainda mais longe: vai ao extremo vão-de-escada de se referir ao "casal Le Pen". É por estas e por outras que já só sigo o noticiário da televisão angolana, que tem a vantagem de uma boa dicção.

2 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Sexys, dizem eles, mas a verdade ºe que aquilo tudo cheira a falta de Viagra.

Isabel Metello disse...

Então, mas a Judite de Sousa tb não perguntou ao Sócrates o que ele dizia sobre o facto de ele "ser considerado o homem mais sexy de Portugal"???!!! Para além de óculos, a JS da altura, precisaria de intuição e talvez de um bocadinho de decoro, não sei...por falar nisso, ainda não a vi perguntar o mesmo ao Passos Coelho e, convenhamos, há uma distância enorme entre ambas as personagens no que concerne à noção de virilidade. A Judite, na altura deveria estar enganada no segmento de mercado...acontece...