26 dezembro 2011

O mar pertence aos Protukét

Herdeiros de uma tradição de cinco séculos, os Protukét do Sião continuam a marcar presença na sociedade tailandesa, ocupando funções que foram dos seus pais e avós no exército, na marinha, na diplomacia e na administração pública. O Comandante de Fragata Ing Saravut Dias, chefe da comunidade católica de Bangkok, director dos estaleiros navais da Marinha Real Tailandesa e credenciado engenheiro naval, lançou ao mar mais uma vedeta de intercepção de alto-mar, a T994, inteiramente concebida pelo seu gabinete de projectos. É tempo de Portugal pensar seriamente a necessidade de restabelecer relações - culturais, comerciais, científicas, tecnológicas e militares - com a Tailândia, país onde subsiste a última grande comunidade de ascendência portuguesa no Sudeste-Asiático. É tempo de procurarmos saídas para o atoleiro europeu e voltarmos, de novo, ao mar.

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

É ridículo estarmos a marcar balizas, quando elas são a única evidência nacional. Mas a que tipo de idiotas temos andado entregues? Corja!