28 novembro 2011

Fados

Xaile encarnado, Agora que nada somos, Contigo fica o engano, Fado da mentira

Sem comentários: