13 novembro 2011

Embaixada salva


A embaixada de Portugal na Tailândia, uma das jóias arquitectónicas da capital do velho Sião, talvez a mais bela representação diplomática portuguesa no mundo, encontra-se a salvo do desastre bíblico que se abateu sobre o país. Ontem passei pela rua fronteira ao edifício e tudo parecia calmo e seguro: sacos de areia lembrando a blitz, portas fechadas e até um policia refastelado na muralha de sacos dando protecção.

Do alto do Sheraton, o rio extravasando, mas incapaz de galgar os muros que confinam com o rio. A embaixada não se perdeu, alívio dos alívios num ano que tem sido de celebração dos 500 anos de relações entre os dois países. Até a natureza parece ter respeitado a velha aliança entre nós e os siameses. Daria um belo sermão no púlpito da igreja de S. Paulo dos Portugueses de Ayutthaya.

Sem comentários: