03 setembro 2011

A morte com um poema nos lábios

Eram na sua grande maioria estudantes de letras. Não podiam servir na indústria, não dominavam as matemáticas nem fazer cálculos de tiro, nada sabiam de Física e Química para fabricar aviões, bombas e artilharia. Ofereceram-se para morrer com a poesia no Mar do Japão. Os últimos heróis do Antigo Japão foram os estudantes de Filosofia, de História e de Literatura. Um belo livro.

Umi Yukaba

If I go away to the sea,
I shall be a corpse washed up.
If I go away to the mountain,
I shall be a corpse in the grass
But if I die for the Emperor,
It will not be a regret.

3 comentários:

Bababobo Daeng disse...

Un chant très fort dédié à Umi Yukaba : http://youtu.be/dTJxuvpWJd8

NanBanJin disse...

Caro Miguel:

Se o tema realmente lhe interessa, recomendo-lhe de bom grado este site, muito completo, dedicado e não menos objectivo, simplesmente intitulado "Kamikaze Images":

http://wgordon.web.wesleyan.edu/kamikaze/index.htm

E se me permite uma referência ao meu espaço, o tema musical de "Umi Yukaba" [海行かば — "Se Eu For Ao Mar"], encontra-lo aqui, neste meu artigo de Dezembro passado:

http://ultimonanbanjin.blogspot.com/2010/12/um-lugar-em-paz-iii.html

Melhores Cumprimentos,

Luís F. Afonso, Japão

Isabel Metello disse...

Embora estando do lado dos Aliados, sempre admirei os kamikazes, a Noção Sublime de Honra Japonesa! E Hiroshima e Nagazaki revelam-se-me tão atrozes quanto o Holocausto Judaico...