24 setembro 2011

A crescente loucura oriental de um César nos Cárpatos



Um país invadido pelos soviéticos, um governo fantoche e um partido sem qualquer expressão. De súbito, da burocracia iletrada do partido, um casal sai da penumbra; gente sem passado, sem profissão, produto da máquina do seguidismo e do ideologismo cegos. Nicolai conquistou o coração dos servos, conquistou as ruas e muitos pensaram que era, como tantos heróis do passado,o governante justo, o servidor do povo e o patriota que restauraria a grandeza dos Dácios. Depois, a crescente loucura, o autismo, o véu da propaganda e uma quase naturalidade na entrega a funções que pouco se distinguiriam das de um césar. O fascínio pelo Oriente, pelos rituais e coreografias. Um documentário assombroso que importa ver da primeira à última imagem.

Sem comentários: