28 julho 2011

Profiteurs de jeunes


Ao longo do verão, como tortulhos que vicejam com o orvalho das suaves manhãs, há por toda a Europa umas coisas a que dão o nome de "universidades de verão" e servem, entre outras coisas - tentações da carne à parte - para uns barbudos soixante-huitard intoxicarem de marxismo e antigas boas-novas os teen's acnosos. São, sem tirar, profiteurs de jeunes e como tal podiam ser sentenciados. Oferecem tenda, comida e oportunidade para palpitações de verão aos meninos e meninas, recebendo em troca a magra atenção para umas prelecções cripto-terroristas. Que tal, com 40 graus abafados, entrar na Tenda Rosa Luxemburgo e ouvir um pregador discorrendo sobre "contradições", "utensilagem metodológica", "ferramentas conceptuais", "modelos de produção", "alienações" e demais maravilhas dessa novidade que dá pelo nome de marxismo, coisa actualíssima sem dúvida para meninos nascidos quando a URSS era já coisa da história ?

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

eheheheh, onde é que fica esta maravilha? O Louçã foi convidado?