17 abril 2011

Rumba-mix prussiano à Havanesa: hoje

3 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Nem sequer hesitam em recorrer a marchas alemãs de "outros tempos": o pior é aquele calor que a tudo empresta o odor a bananal.

Mauro Cappelari disse...

Nada como "The Real Thing"... - http://www.youtube.com/watch?v=ePu0sbeScYQ&feature=related

Rui Moio disse...

Sou de uma geração que aprendeu a marchar e a servir ou sou assim por mim mesmo... Adoro isto, como gostaria de continuar a ver marchas destas nos 10 de Junho. As fardas, as marchas marciais, os estandartes, o rufar dos tambores, a disciplina rigorosa dos alinhamentos, as continências vigorosas... tudo isto faz levantar os pelos dos braços e as lágrimas surgem mesmo que se não queira.
Rui Moio