14 abril 2011

O culto dos bandidos



O homem inaugurou a era das guerras totais. Atravessou o Sul de lés-a-lés, queimando, violando e saqueando por terras inimigas sem qualquer compaixão e respeito pelas mais velhas leis da guerra. Com os seus sessenta mil cúmplices ajaezados de pilhagens, matou uma sociedade, traiu os escravos negros nele confiantes, abandonando-os à sua triste sorte invocando necessidades logísticas, matou prisioneiros de guerra, usou reféns e civis para limparem zonas minadas. Em suma, um monstro que não encontrou qualquer exército adversário pela frente, para além de pobres e esfarrapadas milícias de velhos e crianças que desbaratou. Em tempos do politicamente correcto, o canal História - o tal que está em permanente catequização do comunismo - passou ontem um documentário em duas partes sobre a Marcha de Sherman. Uma vergonha inundada de louvaminhices ao homem que disse, sorrindo perante as labaredas de Atlanta, que "o espéctaculo da cidade destruída o consumira de felicidade" e que, anos depois, já a guerra tinha terminado, foi dos mais ardentes defensores do extermínio dos Sioux. A América no seu melhor, sobretudo o seu mais recente biógrafo, John Marszalek - dos tais com o nome denunciando o dedo da ganância - usando todos os recursos para fazer crer que Sherman atalhou o fim dessa guerra vergonhosa e "impediu mortes inúteis". O mesmo argumento que "eles" aplicaram às bombas atómicas. Que povo de safados !

3 comentários:

Carlos disse...

Mas Deus é grande, e as leis do Karma ou da causa-retorne, vão-se abater sobre a América mais cedo ao mais tarde, e nem sequer lhes irão valer os rituais negros de protecção que fazem ao Baal no Bohemian Groove.

Tem toda a razão no que escreveu, caro Miguel. Mas também será de mencionar a brutalidade de Lincoln (pois, esse mesmo) ao mandar massacrar a população de Long Island que se revoltara...

Cumprimentos.

José Domingos disse...

Esta história, não passa, nos média.Era bom que a juventude,não acredite em tudo, de vez em quando deveria pensar. Agora com a massificação do ensino, criando imbecis, de fácil controle, esta malta deveria questionar sempre.
Agora lembrei-me do cobarde do Gen. Custer, que fugiu. Do Gen. Eisenhower que quis matar á fome os alemães, metidos em campos de concentração.
Pois é, American hoax!!!!!!!!!!!!
Bem Haja.

Paulo disse...

Quando os portugueses chegaram a Ceuta, centenas de anos antes do Sherman, mataram as mulheres e as crianças, e tomaram a cidade depois de um massacre. Antes do Sherman, os franceses provocaram massacres em Portugal (mas claro, são franceses, são republicanos, laicos e socialistas).

Todas as guerras são más