23 abril 2011

Não Compro Disso

Vá lá, salvam-se seis. O resto que não se comprometa com mais nada. Adriano deixou a Formação da Europa, Barreto boas fotos, Lourenço uns nacos de filosofia light, Matoso a Beneditina Lusitana, Eanes o 25 de Novembro (que devia ter sido em 74) e Oliveira o Douro, Faina Fluvial. O resto, não existe. Vou perguntar à Sr.ª D.ª Adosinda se quer substituir algum dos riscados.

6 comentários:

NanBanJin disse...

Bom... Eu ainda salvava o Rodrigo Leão — sempre nos deu boa música. ☺

Nova Casa Portuguesa disse...

Boas escolhas... as suas.

Nuno Castelo-Branco disse...

"Devia haver" um compromisso. Diz-se por aí. Se vivêssemos em normalidade, nem seria necessário pedir o óbvio. "For the good sake" dos interessados. Eles, a classe política, , claro.

Celso R. disse...

O Arq. Siza Vieira "só" ganhou um pritzker...

Flávio Gonçalves disse...

Pensei que o Compromisso Portugal já tinha desbandado, fui apanhado surpresa por os ver na TV. Mas este mês tenho tido demasiadas surpresas amargas, se calhar preciso de uma nova máquina de café para me manter mais atento.

Nuno Castelo-Branco disse...

Nem sequer perdi um segundo a ler a coisa. Pelas fotos, vejo uma boa quantidade de responsáveis pela situação e cuja única mania, será garantirem o estilo de vida que têm auferido nas últimas décadas. Aliás, parece-me uma anormalidade andarem a apelar ao óbvio. Tentam safar-se, não é? Fazem bem...