12 maio 2010

Roma em Lisboa


No pequeno mundo de vendedores de CPU's, serviços e do business, a chegada de Roma convoca as consciências para o império do espírito que dir-se-ia eclipsado do horizonte da existência. Recebidas de um amigo muito especial, as fotos da cerimónia em pleno, desse espectáculo de grande dignidade cívica que deixa os nossos próceres reduzidos a moscas num canto, demonstram que, afinal, Portugal ainda não adormeceu no sono eterno. Como alguém disse, "o século XXI ou será religioso ou não será [século]", com isto exprimindo a experiência religiosa como interpeladora dos mais profundos mistérios e inquietações dos homens.

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

De facto, foi uma surpresa, após tantos meses de uma intensa propaganda desmobilizadora. Tiveram a resposta e fico a pensar se ainda quererão comprar uma guerra contra a igreja?