28 maio 2010

O mais popular dos tailandeses: o espaço privado



Não é actor nem não é cantor, mas teve um programa televisivo ao longo de dois meses, aparecendo diariamente nas pantalhas de todos os canais para debitar a crónica dos acontecimentos relacionados com a falhada tentativa de golpe de Estado vermelha. É Coronel e chama-se Sansern Kaewkamnerd. Diz preparar-se para as suas intervenções como qualquer artista. Maquilha-se, lê e memoriza os textos, faz comentários irónicos e até graceja nos momentos mais tensos. Ganhou popularidade, tem um grande clube de fãs e bate aos pontos as estrelas das telenovelas, dos palcos e das passerelles. Aquele ar cinzentão, de falsa importância e fingido profissionalismo dos governantes ocidentais não cabe, decididamente, na ideia de militar que os thais acarinham. Uma grande lição de relações-públicas de um homem que diz amar a sua profissão e servir o povo e o Rei.
No rescaldo da crise, a televisão pregou-lhe uma partida e obrigou-o a abrir e devassar os seus segredos.

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

E há uma parte da história que agora querem fazer esquecer. Este senhor coronel, era apontado por "sectores bem informados" de ser um dúbio, um melancia, um frouxo. Viu-se! Não o querem empresatar? Se têm dúvidas acerca da sua fidelidade, consultem o seguinte link:
http://www.nationmultimedia.com/home/2010/05/28/politics/Staying-cool-under-fire-30130388.html