28 maio 2010

O mais amado dos tailandeses: o espaço privado

Escrevia há anos um conhecido estudioso americano, especialista em história do Sudeste-Asiático, que pedira uma entrevista ao Rei e o fora encontrar na casa de Hua Hin, sentado no chão a tratar do seu cão de estimação. O mesmo acontece com ministros e generais. Nos actos públicos, no desempenho de funções, não sorriem e são esfíngicos. Se uma hora depois os encontrarmos passeando na sua rua, andam de chinelos e calções como todos os thais ao fim da tarde. Ora, o mais amado dos tailandeses não foge à regra. Nos actos públicos é referido como o Senhor cujos Pés Repousam sobra as Nossas Cabeças, mas os thais quando a ele se referem em privado dizem, apenas, Khun Pó, ou seja, Senhor Pai.


สายฝน = Say Fon, composta por SM o Rei

Sem comentários: