16 abril 2010

Governo não cede um milímetro perante a subversão

Oficiais mortos no cumprimento do dever


Abhisit acaba de fazer uma comunicação ao povo tailandês, afirmando manter a serenidade e a certeza na vitória final contra os agentes da subversão, mas sempre no quadro da constituição, no respeito pelo Estado de Direito e em obediência aos princípios universais dos Direitos do Homem. O governo continua a trabalhar, quer ver restabelecida a ordem e a paz, não vai negociar com gente procurada pela polícia e não aceita ultimatos de grupos que violaram a lei e recorrem à violência. Para tal, conta com o contributo decisivo das forças armadas, da polícia e dos cidadãos.

Sem comentários: