26 fevereiro 2010

Quando o grande exprime grandes desígnios

Os projectos arquitectónicos para o novo parlamento tailandês estão patentes ao público em exposição. A arquitectura de Estado deve exprimir segurança, força e autoridade, deve ser espelho da vontade de uma comunidade em preservar a sua diferença, pelo que qualquer edifício que abriga instituições do poder não se pode reduzir apenas aos objectivos e funcionalidades elencados nos termos do concurso público. Esta série de imagens demonstra com eloquência como os tailandeses captam a sua relação com o Estado, como se relacionam com o mundo contemporâneo e como exaltam o sistema representativo, instrumento da soberania popular (democracia) e da soberania real (monarquia). A Tailândia é um regime misto monárquico-democrático, pelo que a democracia e as liberdades de cidadania convivem sem atropelo com a presença protectora da imagem do Rei, aquela que junta e supera as diferenças, os interesses e os partidos.

2 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Onde construirão o novo edifício?

Pedro disse...

Que mau gosto! Faz-me lembrar a arquitectura do antigo bloco comunista.