27 janeiro 2010

Presidente Fonseka ?

Herói nacional e vencedor da guerra contra os Tigres Tamil, pode vir a ser o novo presidente do Sri Lanka. A contagem dos votos continua. É Sarath Fonseca, cuja linhagem portuguesa ascende ao século XVI.

3 comentários:

No Name Saint disse...

Olá mais uma vez.

Tenho acompanhado com interesse a situação de Fonseka que, ao que parece, afinal não ganhou as eleições.

Foi com surpresa que percebi que, apesar da ascendência portuguesa, ele é Budista. Sei que não é extraordinário ser-se budista no Sri Lanka, mas tinha a impressão que os descendentes de portugueses eram, na sua esmagadora maioria, cristãos.

Sabes mais alguma coisa sobre este assunto?
Abraço

Combustões disse...

Fonseka será, como tantos outros singaleses, o produto da presença portuguesa e das muitas conversões que no Ceilão ocorreram. Ao contrário das restantes comunidades católicas asiáticas (com excepção do Japão) formadas a partir de estratos muito humildes, no Ceilão a missionação atingiu a elite dirigente. Com a substituição dos portugueses pelos holandeses, muitos destes Burgis converteram-se ao protestantismo, mas mantiveram traços portugueses. O mesmo aconteceu em Malaca e em Batávia, onde se localizavam fortes comunidades luso-descendentes protestantes. A conversão ao budismo é um traço distintivo da história religiosa do Sri Lanka. Sabe qual é o país que mais se assemelha ao Sri Lanka ? Pois, é a Tailândia. O nacionalismo singalês desenvolveu durante décadas a tese (anti-indiana) das diferenças religiosas que separam o subcontinente indiano do Ceilão. Fonseka faz parte, precisamente, desse retorno ao budismo como marca distintiva.

No Name Saint disse...

Muito bem, obrigado pelo esclarecimento!
Saudações monárquicas.