15 dezembro 2009

Poder Popular a 101,15 Euro o almoço para dois


Otelo é um morto-vivo. Desapareceu há décadas e aflora de quando em vez como assombração. Promete um livro de memórias, é incensado por El Pais e senta-se na mesa onde há o vinho-fuel-da-auto-excitação e da mitomania que o perderam. Tudo por uma centena de Euro o almoço, com sponsor exigindo discriminação dos acepipes em pé-de-página. O Poder Popular tem as costas largas, um bom caderno de amigos influentes, excelentes mecenas e, sobretudo, bom gosto gastronómico. Assim vale a pena falar das misérias do mundo. Em torno de uma boa caranguejada, claro. O que é preciso é avisar a malta.


José Mário Branco: Alerta

Sem comentários: