28 novembro 2009

DR. JIN GUO PING, CADASTRO DA VIRTUDE

Está a tipificar-se na sociedade portuguesa publicar torpezas por dinheiro, vender denegrimento de personalidades admiravelmente nobres, pela necrose moral do dinheiro ao serviço dos interesses de quem o maneja. Ter cadastro, na China controleira, policialesca, persecutória, em demasiados casos é o mesmo que tê-lo tido no velho império comunista de leste, onde se prendiam e eliminavam activistas por actividades "subversivas" contra o Povo e o Estado, se subverter for lutar pela liberdade, detrair a opressão. Deveria haver decoro e capacidade de resistir, como Aristides de Sousa Mendes. Como Jin Guo Ping! Cumpre-nos resistir à sordidez plutocrático-regimental instalada em Portugal porque resistir é um direito e um imperativo patrióticos. No Palavrossavrvs Rex.

Sem comentários: