19 novembro 2009

Coisa assim não se via desde os gloriosos dias do Japão imperial

Na Tailândia continua a vaga de grandes actos de afirmação nacional. Para ilustração - porque há sempre quem não queira acreditar - aqui ficam dois apontamentos, respectivamente de Samut Songkram (Porto de Guerra), no Golfo do Sião e Ranong, no extremo-sul.




1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

tal e qual como cá... Não há quem dê um tiro a esta república de sarjeta?