11 outubro 2009

Renovado interesse pelo Sião


A dois anos de 2011, ocasião em que se celebrarão os 500 anos das relações entre Portugal e o Sião, começam a surgir obras especializadas sobre o tema. De Susana Guerra, um importante contributo monográfico que dá pelo título de Portugal no Sião : origens e renúncia da extraterritorialidade, 1820-1925, inteiramente consagrado à extraterritorialidade de que os nossos cidadãos gozaram ao abrigo dos chamados "tratados desiguais", depois sucessivamente reparados em 1926 e 1938 por novos convénios. Dos trabalhos gerais de cronologia e factologia, mais os sempre importantes levantamentos documentais, passa-se agora à fase de elaboração de outros mais exigentes de interpretação, contextualização e reflexão que exigem o concurso de especialistas de origens académicas distintas; ou seja, a "siamologia" portuguesa aspirando à paridade com o que outros que pelas Franças, Eua e Reino Unido há muito se libertaram de uma História enumerativa e sem inteligência. No que ao Sião-Tailândia toca, este trabalho de Relações Internacionais é prova cabal de viragem decisiva. Outros surgirão.
Miguel Castelo Branco

Sem comentários: