08 agosto 2009

Pirâmide de prendas


Agradecido a todos quantos fizeram [exagerado] testemunho desta tribuna no termo da sua primeira legislatura. Confesso que nos primeiros meses de actividade pensei seriamente na inutilidade de um blogue, mas depois julguei que importava manter uma prestação diária, não mais fosse por auto-disciplina e pelo dever de reparar a injusta generalização que impende sobre blogues ditos de "direita", as mais das vezes tão actuais e "influentes" como o Cavaleiro da Imaculada. A partida foi ganha. Vejo hoje com alegria que a afirmação do patriotismo, a defesa de uma certa ideia de um Portugal extenso e, sobretudo, a defesa da monarquia já não mais compaginam com anacronia, imobilismo, água-bentismo e naftalina. Ter um blogue é melhor que estar numa revista ou num jornal. Escrevemos o que queremos, não nos submetemos a directores mentecaptos, não fazemos favores nem temos de os pedir. Acresce que um blogue é serviço público absolutamente gratuito e, logo, um exercício permanente de cidadania. Hoje, se me permitem, é dia de sono.

Ao Joshua;
Ao Delito de Opinião;
Ao Euro-Ultramarino;
Ao Levy;
À Isabel, que foi inspiradora desta página e que também cumpre 4 anos;

Aos trinta e quatro amigos sem blogue que interromperam as férias para me dedicarem linhas de simpatia, o meu MUITO OBRIGADO.
Eu quero dizer-lhe que quero. Leio-o diariamente com muita atenção. E até já lhe expressei um dia o meu receio pelo pensamento que expressou de eventualmente fechar o blog. A atenção com que o leio alimenta um "diálogo" que tem como tema a nossa portugalidade. Gostaria muito de falar consigo. Aqui, alguns sofrem o Portugal que temos dentro, no confronto com aquele que nos coarta.Você vive uma portugalidade de ausência e imaginação. Mas esse é um ser português velho, autêntico e ao mesmo tempo mítico. Tem também o privilégio de aceder (testemunhar) manifestações de humanidade e universalidade onde constata pegadas desta portugalidade. É como se só pudesse ser português nessa ausência. Parabéns e obrigado pelo blog.
André Samouco

11 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Ora, de nada...

cristina ribeiro disse...

Retribuído, Miguel...

António Luís disse...

Parabéns pelo seu blogue que leio praticamente todos os dias, de há pelo menos dois anos para cá!
Continue sempre bem!
A sua visão de Portugal é demasiado lúcida para não ser "escutada".

Cumprimentos.

NanBanJin disse...

Tudo dito.
Este é um belíssimo e importantíssimo Blogue que, sejam quais forem as circunstâncias e as adversidades, não deverá morrer nunca.

Um Grande Bem-Haja!

L.F. Afonso, NBJ, Fukuoka, Japão.

JG disse...

mais vale tarde que nunca...
parabéns e continuação do bom trabalho

Xantipa disse...

Muitos Parabéns!
Os teus leitores querem sim, que continues!
Um abraço

Manuel Brás disse...

Escrevendo livremente
num espaço de liberdade,
desenvolve-se a mente
e o espírito de civilidade.

A prática da cidadania
neste espaço sideral,
combate a monotonia
e o saber em espiral.

Je maintiendrai disse...

Forte abraço de parabéns deste seu leitor e admirador longínquo.
E para quando uma selecta dos seus textos em letra deitada em papel? Já tem idade e estatuto para isso...

joshua disse...

Caríssimo, uma imensa gratidão segue o rasto das tuas palavras!

Um Grande Abraço!

João Távora disse...

Um forte abraço de parabéns, também (atrevo-me) da parte Direcção da Real Associação de Lisboa.

Daniela Major disse...

Obrigada Miguel. :D