29 julho 2009

Flores do Bem: na Feira das Orquídeas de Banguecoque





Há povos que carregam infuso o bom gosto. Que eu saiba, contam-se pelos dedos as sociedades em que os indivíduos são educados de nascença para produzir objectos marcados pelo equilíbrio e harmonia. Na Europa, os italianos, na Ásia, os japoneses e os tailandeses. Outros, por mais que o tentem, esbarram sempre com a insuficiência ou com o exagero, como são os indianos, os russos e os espanhóis. Outros, ainda, nasceram com o mau gosto. Nesta categoria, claro, os árabes à cabeça, seguidos de perto pelos chineses que teimam em confundir volume, ouro e peso com harmonia. A Feira das Orquídeas de Banguecoque é um instantâneo da elevada capacidade siamesa em superar a natureza.

3 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Bolas, ainda não consegui arranjar maneira de saber tratar das minhas. Tenho duas e uma delas só floriu UMA vez e apenas durante umas duas semanas. Há gente que as tem apresentáveis durante anos!

White disse...

Gostei muito do teu texto.
"... Produzir objectos marcados pelo equilíbrio e harmonia.."

,,wow,,, uma imagem linda.

Paulo Selão disse...

... e depois ainda dizem que o Reino da Tailândia é um país do terceiro mundo...