02 julho 2009

A falsa Aliança Democrática com fado e tudo


O Presidente da Real Associação de Lisboa, João Matos e Silva, fundador do CDS, acaba de enviar a Paulo Portas carta anunciado desfiliação do partido por considerar a inclusão do vão PPM de Câmara Pereira na coligação AD à CML um insulto aos monárquicos, dadas as posições que o fadista tem assumido em relação à figura do Chefe da Casa Real Portuguesa, Senhor Dom Duarte de Bragança; logo, uma gratuita agressão à esmagadora maioria dos monárquicos portugueses que ao Senhor Dom Duarte tributam o respeito devido aos sucessores legítimos dos reis de Portugal. Com efeito, a direcção do actual PPM tem desenvolvido ao longo dos últimos meses inaceitável campanha contra o Chefe da Casa Real. Nesta sórdida campanha, que se diz à boca cheia cumprir a agenda anti-monárquica das celebrações republicanas de 2010, não faltam adjectivos soezes - difamação pura - e o envolvimento de pessoas que nunca tiveram qualquer actividade monárquica conhecida, para não referir outras cujo percurso é, no mínimo, suspeito.

O PPM - o verdadeiro PPM de Ribeiro Telles - que se bateu sempre por um projecto lisboeta livre das negociatas e especulação mafiosa, nada tem a ver com este "ppm" sem ideias e sem quadros. Fazer crer aos lisboetas que a Aliança Democrática se restaura com a inclusão de tal partido sem votos e sem cérebros é uma impostura.

Felizmente, não estarei em Lisboa para votar nessas eleições, pois, tão claro como a água, não votaria jamais nessa "AD". Sempre admirei Santana Lopes e o seu "PPD", que creio ter sido repetidamente injustiçado e traído pelo PSD do arranjismo e do trepadorismo. Pena é, no caso vertente, que Santana Lopes não tenha sido devidamente esclarecido e esteja a avalizar a inclusão de um microscópico partido sem votantes e sem o apoio daqueles (os monárquicos) que diz representar.

3 comentários:

Gi disse...

Miguel, receio que não se possa dizer que Santana Lopes não tenha sido devidamente esclarecido, já que pelo menos o José Tomaz Mello Breyner (criador do grupo Monárquicos no Facebook) lhe deixou uma mensagem no blog há um mês ou dois informando-o da posição dos monárquicos em relação ao PPM.
Donde, se PSL quisesse mais esclarecimentos, era só seguir a pista.

Nuno Castelo-Branco disse...

Ora bravo! Eles que aprendam à sua custa. A Real Associação de Lisboa tem mais filiados no distrito que muitos partidos a nível nacional! Partidos parlamentares, inclusivé!

Nuno Castelo-Branco disse...

Como diz o Gi, esta gente é capaz de tudo para subir. Aliás, creio que ao PSL não restava grande alternativa a não ser a CML. Profissões...! (de fé é que não são, de certeza absoluta!)