18 dezembro 2008

Um Senhor como Primeiro Ministro / นายกรัฐมนตรีของเมืองไทย




Acabou a bagunça, como aqui disseramos há duas semanas. A Tailândia viu partir ministros de terceira ordem e restaurou a confiança no normal funcionamento das instituições. O novo primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva prestou juramento ao Rei e a vida regressou à normalidade. Hoje apercebi-me que os turistas voltaram em força, enchendo ruas e lojas. As pessoas com quem falei mostram-se aliviadas. Vejo, de novo, o sorriso thai por todo o lado. A Tailândia aprendeu a lição. O novo governo anunciou, como prioridade, destruir as causas que levaram à vaga populista, demagógica e cesarista corporizada por Thaksin. A plutocracia não passou, não foi necessário golpe de Estado e a democracia saíu mais forte. Que assim seja, sempre. Aos pés do retrato do Rei, o primeiro servidor do Estado presta homenagem ao maior servidor da Nação. Em suma, a hierarquia natural das coisas: o Estado ao serviço da Nação. Dignidade restaurada. Queriam brincar, experimentar a fortaleza da monarquia, impor um facto consumado e acabou-se. O dinheiro vem e vai, pagando, corrompendo, encomendando parangonas, espalhando rumores e intrigas. Aqui fez mossa, mas acabou derrotado. Que assim seja, sempre.


"Somos thais de todo o coração"

1 comentário:

Nuno Castelo-Branco disse...

Som Phrah-charan!

Pois, ora tomem lá! E não penses que aqui em Lisboa é fácil arranjar um bilhete de avião para Bangkok: está tudo CHEIO!