09 setembro 2008

Finalmente !


Bem, parece que tínhamos razão. Samak abandona o cargo acusado de crimes no exercício das funções. A crise no Sião parece ter os dias contados.

Sem comentários: