07 agosto 2008

Um leque com os "nossos imperadores"



Bateram à porta. Era o miúdo do casal sino-tailandês que mora no 24º andar. Trazia um embrulhinho na mão e vinha da parte do pai: "o senhor pai [é assim que os tailandeses se expressam] mandou este presente para o senhor "Miken". Abri - uma falta de educação, pois na Ásia não se abrem prendas em frente do ofertante - e lá dentro um leque com um friso dos imperadores Qing, que nem eram chineses. O miúdo disse: "o senhor pai diz que é um leque com os nossos imperadores". Fiquei aliviado por não ser a carantolha do Mao. Os povos, sobretudo os grandes povos, sentem uma tremenda nostalgia do tempo em que tiveram Filhos do Céu a governá-los.

Sem comentários: