20 julho 2008

Kaisermania


O imperador que conseguiu domesticar os dados da modernidade - tecnologia, sociedade industrial, ascenso da classe média e protagonismo das massas - e colocá-los ao serviço da coroa, num arranjo intermédio entre o liberalismo e a autocracia. Fez um estilo e ensinou aos monarcas europeus do seu tempo como transformar a monarquia em orgão de Estado. Entre nós, só se poderá compreender D. Carlos cruzando o projecto reformista do decrépito liberalismo das capelinhas fulanizadas com a visão do Kaiser. Diz-se hoje, à boca cheia para quem quiser rever mitos, que o Kaiser e D. Carlos, caso tivessem logrado atingir tal programa de conversão do regime, teriam como maiores aliados osocialismo reformista e o sindicalismo. Contra eles tiveram, naturalmente, a reserva e a oposição da nova aristocracia do dinheiro. Uma biografia que exige leitura.

Wenn die Soldaten (M. Dietrich)

Sem comentários: