10 junho 2008

10 de Junho na Tailândia



Wan, "portuguet" que fala a nossa língua com espantosa desenvoltura. Dentro de dois anos estará aos comandos de um F-16 da Força Aérea Tailandesa.

Os líderes da comunidade luso-descendente na companhia de alta funcionária do MNE tailandês

Embaixador e Embaixatriz de Faria e Maya, anfitriões

O hotel Shangri-la acolheu hoje centenas de amigos de Portugal para as festividades do dia de Camões. O corpo diplomático, as autoridades governamentais, alunos de cultura e língua portuguesa, muitos "portuguet" (comunidade luso-descendente) e compatriotas nossos residentes em Banguecoque emprestaram a esta noite a ilusão do encurtamento das distâncias. O embaixador Faria e Maya dirigiu-se com especial carinho aos "portuguet", comunidade católica miscigenada que tem servido com lealdade o seu rei ao longo dos últimos quatrocentos anos, mas que se afirma de um portuguesismo e patriotismo profundos que fariam corar de vergonha muitos dos nossos. Saí da cerimónia esperançado que em 2011 se celebrem os 500 anos da nossa chegda ao Sião e não surjam, como infelizmente aconteceu na Índia e no Ceilão, "imprevistos de calendário". Longe dos futebóis, com um quinteto de cordas da Marinha Real executando Abril em Portugal, Coimbra, Na Rua dos Meus Ciúmes e Lisboa não sejas Francesa, mais um soberbo jantar à portuguesa e uma Torre de Belém em gelo, ideia da nossa embaixatriz, foi um dia em cheio.

Sem comentários: