01 agosto 2007

Entrismo do novo MDP do PS


Sá Fernandes e o Bloco não resistiram à charcutaria da Baixa. O snobismo que brinca às revoluções, sempre deslumbrado pelos adamascados, filho, neto e bisneto de gente que deteve o poder, absolutamente convencido do direito natural que lhe assiste desde o berço, aceitou - custou mas foi - emparceirar com os desviacionistas sociais-burgueses kautskyanos do PS. O Bloco acabou. Deixou de ser uma alternativa eleitoral. Agora é muleta, claro uma muleta dessas ortopedicamente desenhadas, feitas à medida, materiais raros, mas uma muleta. O Bloco deveio em MDP/CDE do estertor da III República. Em 74, as meninas e meninos dos descapotáveis, das festas do Tamariz e das capelinhas do Rato, a um salto do Botequim, quiseram brincar à classe operária e constituíram-se em MDP. Agora, que o PC é mina exangue, submeteram-se ao pródigo PS. Há na História uma cruel moral nas estórias que vai debitando.

Sem comentários: