16 maio 2007

Penúria da classe política e riqueza de bloggers

E se Paulo Portas e Marques Mendes, ao invés de persistirem nos estafados peões dos estábulos do Caldas e de São Caetano - as mesmas caras, gárgulas, carantonhas e caricaturas de sempre, de mediocridade aterradora, miserável aptidão técnica, inexistente vida interior - procedessem a uma revisão do critério de selecção de candidatos a eleger nas listas dos respectivos partidos, substituindo seguidismo, caciquismo e intriguismo por gente de outra casta, com desenvoltura, capacidade interventiva e elevada preparação ? E os grupos parlamentares do PSD e do PP, mais pivots televisivos, assessores técnicos e demais oficialagem partidista, não teriam outra visibilidade, não brilhariam e alterariam a atmosfera de S. Bento se dotados de gente ousada, incisiva, disposta a acesas batalhas parlamentares ? Eu conheço a fórmula. Dr.'s Marques Mendes e Paulo Portas: integrem as equipas do Corta-Fitas e do Insurgente, mais o Jansenista, Je Maintiendrai , o Pasquim da Reacção e o Professor Maltez nas listas de deputados para a próxima legislatura e terão em perspectiva uma revolução na tépida e sensaborona vidinha que leva aquele parlamento. Deixem que a inteligência, a intrepidez e o desassombro arrombem as portas daquela casa; que homens com obra e ideias varram os preceitozinhos, refundem o centro e as direitas, conquistem os portugueses com o verbo firme, as ideias claras e a absoluta liberdade que os caracteriza.
Nunca, como hoje, foi tão rica e diversa a direita portuguesa: desempoeirada, lida, informada, jovem e resoluta. Deixar perder esta oportunidade de ouro é uma falha; derei mesmo, é um crime.

Sem comentários: