20 março 2007

Vão para porteiros !


Sigo a croniqueta do PP e lembro-me das guerras no defunto PDC: entra Santos Ferreira, sai Sanches Osório, entra Pinheiro de Azevedo, sai fulano-de-tal. Desavenças ideológicas, programáticas, estratégicas ? Não, lutas intestinas envolvendo palavrões, empurrões, más-criações e outras coisas que julgava atributos de partidecos extremistas, sem votos nem imagem, decência e quadros. Confesso que gostaria que Portas, que sempre defendi, voltasse à direcção do partido, mas pergunto se vale a pena confederar as direitas com gente que não respeita nem se faz respeitar. É uma desilusão, porquanto estimava [erradamente] que o meridiano que separa a direita da esquerda também envolvia a boa-educação, a urbanidade e o cavalheirismo. Só lá falta a escória dos caceteiros, os forcados de brega e as milícias populares. Assim não dá !

Sem comentários: