22 fevereiro 2007

O aborto ? Está a governar muito mal !


Raramente caio em contradição, mas não posso deixar de citar o wrestler da Madeira em duas tiradas dignas de antologia. Aquele homem, com tudo o que tem de caricatural e grotesco, não deixa de ter repentes de hilariante presença de espírito, quebrando - diria mesmo espezinhando - o respeitinho cinzentão dos politiqueiros da brigada do casaco de malha que reduziram a classe política a uma pequena casta sem classe alguma. Interpelado sobre o rescaldo do referendo sobre a IVG, respondeu numa tirada genial: "o aborto ? Acho que está a governar muito mal".



Dizem as más-línguas parlamentares que a caracterização feita por Jardim a respeito dos seus inimigos - "gente inculta, incompetente e uns traumatizados sociais" - caiu como uma bomba entre a clientela da maioria. Que me lembre, Jardim não tem rival em Portugal, lembrando as mais sangrentas boutades de Le Pen e Franz Josef Strauß. Se abandonar o posto, que venha para S. Bento trazer algo da sua graça a uma casa onde há muito morreu a arte de Demóstenes, Frei Bartolomeu dos Mártires e dos irmãos Passos. Jardim não é um analfabeto. No seu carroceirismo brilham pérolas camilianas e evidencia-se leitura dos maiores avoengos da grande tradição portuguesa. É uma pena que seja tão inconstante e imprevisível, pois há bem pior que por aí se exibe com ares florentinos e não vale uma côdea do pão de milho do madeirense.

Sem comentários: