04 maio 2006

Obrigado, Cristina

Não tenho caixa de mensagens. Para uns, é snobismo; para outros, uma pena, pois não podem criticar, demolir ou contrariar os meus caprichos. É o meu espaço de autocracia, como lembrou um dia um colega cujas opiniões são aqui religiosamente lidas. Brinco. O facto de não abrir o blogue à contestação prende-se com a total falta de tempo. Talvez, lá para as férias, o possa fazer. Por agora, gostaria de responder, penhorado, a Cristina Ribeiro. Mil obrigados pelas suas palavras. Ficam no livro de prata - aqui não há ouro ! - do meu blogue.
Miguel

Sem comentários: