31 março 2006


Alerta o Último Reduto para a maldade dos bípedes implumes. Um povo revela-se na forma como trata os seus animais. Em Portugal, os animais são expostos às mais vis torturas. Ninguém se pronuncia. Há lóbis a funcionar e o mais poderoso é o lóbi da estupidez e da grosseria. Já não basta o flagelo da caça - esses 500.000 pândegos roliços e etilizados que nos fins-de-semana se furtam ao controlo das matronas para, em campos, charnecas e bosques, varejarem a tiro tudo o que mexe - mais o flagelo da insensibilidade tauromáquica, mais as matanças do porco e demais brincadeiras com animais. Que selvagens, estes portugueses.

Sem comentários: